You are on page 1of 2

APÊNDICE – C – Propriedades Mecânicas de alguns materiais (1)

Tensão de Tensão Última


ρ E G Escoamento
(2)
(Ruptura) ε α
Massa Módulo Módulo σ τ σ σ τ Elong. Coef.
Materiais Específ. Elastic. Elastic.
longitud. transver..
Tração Cisalh. Tração Compres. Cisalh.
Percent. Dil.Tér
(MPa) (MPa) (MPa) (MPa) (MPa)
(ton/m3) (GPa) (GPa) (%) (10-6C-1)

Aço Estrutural 7,86 200 76 250 150(3) 450 450(3) 270(3) 28 11,7
Aço 1010(4) Lamin. quente) 7,86 205 79 180 108 330 330 198 25 11,7
Aço 1010 (Lamin. a frio) 7,86 205 79 300 180 370 370 220 20 11,7
Aço 1020 (Lamin.quente) 7,86 205 79 210 125 380 380 225 22 11,7
Aço 1020 (Lamin. a frio) 7,86 205 79 350 210 420 420 250 18 11,7
Aço 1030 (Lamin.quente) 7,86 205 79 260 155 470 470 280 20 11,7
Aço 1030 (Lamin. a frio) 7,86 205 79 450 270 530 530 315 16 11,7
Aço 1040 (lamin.quente) 7,87 210 80 290 215 530 530 315 18 11,7
Aço 1040 (lamin. a frio) 7,87 210 80 490 290 590 590 350 15 11,7
Aço 1050 (Lamin. quente) 7,86 210 80 340 200 630 630 375 15 11,7
Aço 1050 (Lamin. quente) 7,86 210 80 340 200 630 630 375 15 11,7
Aço CA 25 (5) 7,86 210 80 250 150 300 300 180 18 11,7
Aço CA 60 (5) 7,86 210 80 600 360 660 660 390 5 11,7
Aço CP 150 (6) 7,86 210 80 1500 900 1570 1570 940 8 11,7
AçoInox (recoz) 7,92 190 78 510 305 1300 1300 780 12 11,7
Ferro Fundido Cinzento 7,64 90 641 - - 210 800 - 4 10,4
Ferro Fundido Nodular 7,64 170 83 250 165 370 - 330 20 12,1
Liga Titânio 4,63 96 36 930 - 1.070 1.070 - 13
Alumín-2014T6 2,77 75 28 365 214 414 414 241 20 23,2
Alumín-6061T6 2,77 70 26 241 138 262 262 207 23,4
7
Latão (temper) 8,47 105 39 105 65 330 332 220 62 20,0
Bronze (recozid) 8,86 100 45 140 85 340 340 200 50 16,9
Concreto (média) 2,41 24 - - - - 25 - - 10
Concreto (alta) 2,41 31 - - - - 34 - - 10,8
Vidro 2,50 75 27 - - 5 10 - - 79
Pinho (8) 0,55 13 - 56 - - 51 7,6 - -
Carvalho (8) 0,69 12 - 58 - - 48 13 - -
Polietileno 0,91 3 - - - 48 90 55 - -
Granito 2,7 70 - - - 21 240 35 - 7,2

1 – as propriedades mecânicas dos materiais dependem não apenas da composição, mas também do tratamento térmico (têmpera,
recozimento,...), de tratamento mecânico a frio ou a quente (forja,mento, laminação...), etc.
2 - a tensão limite de escoamento é considerada como se confundindo com os limites de proporcionalidade e de elasticidade
3 – para materiais dúteis as tensões limites de tração e de compressão são consideradas de igual valor enquanto as tensões limites
tangenciais são verificadas com valor cerca de 60% das tensões normais.
4 – Classificação SAE – “10XX” sendo XX a % de C – Ex.: 1020 → 0,20%C – para cada 0,01% de aumento na % deC, corresponde
um aumento de 0,35MPa na tensão de escoamento.
4 – Aço para Concreto Armado.
5 – Aço para Concreto Protendido
6 - 65% Cu, 35% Zn
7 – as propriedades da madeira são consideradas nas direções paralelas às fibras.
8 - para materiais que não apresentam escoamento definido é adotado como limite aquele que produzirá uma deformação permanente
de valor arbitrado (p. ex. 0,2%).
Para maiores informações acerca das Propriedades dos Materiais (aços) visite a página:
www.arq.ufsc.br/ecv/Cap.1.pdf - Prof. Juan W. Moore E.

54
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:

(1) Ferdinand Beer & E. Russell Johnston Jr – Resistência dos Materiais (3ª ed)

(2) Higdon, Ohlsen, Stiles & outros –Mecânica dos Materiais – (3ª ed)

(3) E. P. Popov –Resistência dos Materiais – (2ª Ed)

(4) Timoshenko – Resistência dos Materiais (vol. 1 e 2)

55